quarta-feira, 29 de junho de 2016

- DO CILINDRO -






Olá a todos. O meu nome é Margarida Andrade, sou natural de Aveiro, tenho 25 anos. Como todos nós, tenho um defeito - Adoro comer. No entanto, esse meu "gosto" tem-me feito feliz apenas a curta prazo, ou seja quando como! Não para além disso! Apesar de não ser propriamente obesa o meu namorado em jeito de brincadeira e franzindo o olhar, disse-me o seguinte: "Amor pareces um cilindro" - ele nunca vai perceber o quanto essa frase me motivou a que me desse elogios diferentes. 
Apesar de saber que estava a brincar, confesso que pensei "pois é, se não estou vou ficar." Nesse sentido, criei o MIMA te, um Blog que pretende dar a conhecer aquilo que vai ser a minha luta contra a única coisa que tentei fazer e não consegui - emagrecer bem e a longo prazo. Confesso que, já fiz mil e uma dietas e consigo sempre o mesmo dom - sabotar-me a mim mesma. 
Agora isso terminou! Conto com a vossa ajuda para esse incentivo diário. Mostrar-vos isto diariamente sei que me vai dar a responsabilidade de MIMAR me. Além desta "luta" vou ainda partilhar convosco coisas que permitam MIMAR vos. A todas as MIMAS que sentem o mesmo, um bem haja e acompanhem-me - juntas faremos a diferença.

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado minha querida ! Viva às MIMA´s - o teu acompanhamento vai fazer a diferença ! Obrigado <3

      Eliminar
  2. Gostei da ideia, Sara! Eu também sofro desse mesmo defeito!!! Sou gulosa por doces!!! Vou acompanhar o teu blog e inspirar-me em ti! Também quero perder uns quilinhos! Vamos apoiarmo-nos uma a outra! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida =) é com enorme satisfação que leio este comentário. Infelizmente, eu não sou só Gulosa por doces, sou em tudo e isso muitas vezes cria quase um vicio incontrolável.
      Vai acompanhando e inscreve-te no novo desafio para ficares ainda mais pertinho de mim =) obrigado - deixo aqui o link do desafio http://mimaste.blogspot.pt/2016/07/queridas-tal-como-anunciado-decidimos.html

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar